Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Tese do PPGCOM é reconhecida como uma das melhores do Brasil na área de Comunicação e Política

  • Publicado: Sexta, 05 Mai 2023 16:56
  • Última Atualização: Quinta, 11 Mai 2023 16:00
  • Acessos: 544

A tese de doutorado “Ativismo de mulheres indígenas em ambientes digitais: diálogos sobre (de)colonialidades e resistências comunicativas”, de Lorena Cruz Esteves, com orientação da professora Danila Cal, recebeu menção honrosa no Prêmio Compolítica de Teses 2023, da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (Compolítica), que premia os destaques na pesquisa acadêmica em Comunicação e Política a cada dois anos.

O trabalho foi resultado da primeira defesa de tese em Comunicação de uma universidade pública na Amazônia brasileira, que ocorreu em dezembro de 2022, no PPGCOM UFPA. A autora comenta sobre a sensação de receber este reconhecimento: “Me sinto muito honrada por representar a Região Norte em uma premiação tão importante e em contribuir para fazer ecoar as lutas das mulheres indígenas. Essa é uma conquista coletiva, fruto de anos de trabalho em um contexto adverso de pandemia e crise política”. 

Banca de defesa da tese, composta (da dir. à esq.) pela pelas professoras Ivânia Neves, Danila Cal (orientadora), Rosane Steinbrenner (no vídeo). No centro, Lorena Esteves, ao lado dos professores Rosaly Brito e Thiago Barros.

“Estamos muito honradas com essa conquista. A tese apresenta uma importante contribuição para a discussão sobre comunicação e feminismos decoloniais, a partir do olhar amazônico, e, principalmente, trabalha uma lógica metodológica não-hegemônica que busca construir os sentidos e as análises em interlocução com mulheres indígenas”, ressalta Danila, docente do PPGCOM e orientadora da pesquisa.

O coordenador do PPGCOM, Luiz LZ Cezar, comenta sobre a importância da menção para o Programa: "O reconhecimento acadêmico da qualidade de uma tese de doutorado do Programa é, para todos nós que fazemos parte do PPGCOM, uma imensa satisfação e a certeza que estamos no caminho certo na produção de conhecimento científico na Amazônia, principalmente, por todo o trabalho de pesquisa realizado pela Lorena Esteves e pela professora e orientadora Danila Cal, sobre o tema do ativismo de mulheres indígenas em ambientes digitais".

A Diretora do Instituto de Letras e Comunicação da UFPA, Tânia Sarmento Pantoja, destaca que esse momento é muito especial para a congregação do ILC, fruto dos investimentos nos programas de pós-graduação, tanto no âmbito acadêmico quanto no de infraestrutura. "Foi uma alegria enorme receber a notícia da contemplação dessa premiação e a gente espera que seja a primeira de muitas. A primeira tese defendida no PPGCOM e já premiada com um prêmio super importante da área da Comunicação", ressalta Tânia.

A tese da Lorena foi desenvolvida no âmbito do Projeto “Ecoaras: Comunicação, Democracia e Modos de (R)Existência de Mulheres na Amazônia" (UFPA/CNPq), coordenado pelo Grupo de Pesquisa Comunicação, Política e Amazônia - Compoa (PPGCOM-UFPA), com financiamento do CNPq. Para construção da pesquisa, a autora também contou também com a parceria do "Observatório de Comunicação, Culturas e Resistências na Pan-Amazônia” (PPGCOM-UFPA).

Premiação oficial realizada na noite de abertura do 10º Congresso da Compolítica, no dia 09 de maio, no Museu da Imagem e do Som do Ceará, em Fortaleza-CE.

Para acessar o trabalho clique aqui.

registrado em:
Fim do conteúdo da página